quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

O primeiro beijo

Faz hoje 1 ano que lhe roubei o primeiro beijo. Sim foi literalmente roubado... saimos para correr no paredão e numa das alturas em que estavamos a conversar e a recuperar o fôlego, surgiu uma conversa sobre relações e timings certos para se fazerem as coisas e eu achei que era o meu. Quando deu por ele já eu o tinha agarrado pelos colarinhos e pregado um xoxo. Sr Fofinho, que na altura ainda não o era, não resistiu ao meu avanço e até ofereceu o beijo que começou por ser roubado. E nestas coisas nunca fui nada complicadinha. Sei muito bem o que quero, quem eu quero e quando quero. Não tenho traumas de rejeição (também porque poucas vzs tive que investir e das poucas que investi a coisa n correu mal) e quando correu encaixei muito bem a ideia. Também não tenho paranoias com o meu corpo ou a minha sexualidade, aquelas dúvidas que se instalam quando começamos a pensar se agradamos aos outros não moram cá para este lado. Claro que há dias que tenho mais inseguranças mas lido muito bem com elas.
Acho que deve ser assim, ninguém é perfeito mas ter auto confiança contribui muito para que os outros nos aceitem bem. E depois já não estamos propriamente no tempo em que ainda esperamos que o homem tome a iniciativa. No caso do meu fofinho se estivesse á espera que ele desse o primeiro passo ainda estaria a espera... apesar de já nos conhecermos há algum tempo, apesar de sermos amigos, apesar de haver quimica desde o inicio, apesar dele saber que naquela altura já estava sozinha.. ele não daria o primeiro passo, mas aceitou muito bem o meu.
Por isso esta noite comemoramos o primeiro beijinho com mais beijinhos. Sim confesso - sou uma ladra, e cada vez me congratulo mais pelo beijo que lhe roubei!

3 comentários:

Estagiário disse...

Awwwwwwwwwwwwww :) Parabéns ao Mr. & Mrs. Fofinhos!

Imperatriz Sissi disse...

Ah valente! Eu sou uma "rapariga das regras" mas hoje em dia isso pode ser uma desvantagem. Fazer o quê...cada uma é como é e eu não me atrevo :D

Ao Virar da Esquina disse...

Obg C!

Pois Sissi independentemente das regras eu sou dada as emoções. Aquilo que sinto na altura é aquilo que normalmente faço.

Beijinhos
Su