terça-feira, 17 de julho de 2018

Para quem serve este tipo de posts?

Estou a referir-me àquelas parcerias de bloguers/influencer sobre determinadas temáticas, que por vezes se perdem no seu público alvo. Então um novo blogue de mães, que visitam espaços, falam sobre alimentação saudável das crias, decoração, viagens, roteiros e férias com as crianças. E as sugestões são tão maravilhosas como 1 semana num hotel rural na costa vicentina que em Agosto custa a módica quantia de 1750 euros para 1 casal com 1 filho. Fiquei perdida no contexto... é que a maior parte dos portugueses não tem esse valor para as férias de todo o ano, quanto mais para 1 semana apenas. E os que têm esse dinheiro e muito mais, não precisam propriamente das sugestões destas pessoas, sobre como o gastar. Por isso... para quem é que elas escrevem?


Vivemos na fantasia?

segunda-feira, 16 de julho de 2018

domingo, 15 de julho de 2018

Estilo disse ela






Hoje está um bom dia para isto. Nem frio nem calor...

sexta-feira, 13 de julho de 2018

Maternidade

Isto resume aquilo que eu sinto na maioria dos dias...

Ah, mas não querias tanto ser mãe... de que te estás a queixar? Não estou. É simplesmente a constatação de um facto que uns dias aceito melhor, noutros luto com ele. Há dias em que tenho a tentação de ir simplesmente lavar os dentes e arrastar-me até à cama. Rotina de cremes? Maquilhagem pela manhã? Vitaminas tomadas a tempo e horas. Ter cabeça para escolher roupa, sapatos e mala, quando já vesti a criança minimamente coordenada naquela dia pelo menos 3 vezes? Ah e sair? Passear com o bebé? Monta carrinho, desmonta carrinho, coloca o ovo, tira do ovo, carrega a tralha dele para todo o lado... 23h e ver uma série com os dois olhos abertos? Ler 3 páginas de um livro descansada, sem ter que me levantar 8 vezes porque caiu a chucha, porque chamou, porque deixou cair o boneco, porque quer colo. E quando penso que vou fazer alguma coisa que gosto e depois não consigo, porque estou irritada que não consigo ter a casa limpa e arrumada como gosto? E a frustração dos sítios que não vi, as coisas que não experimentei, os convites que recusei porque não posso/quero deixar o João? Tudo verdade, tudo passageiro.
Em 99% das vezes continuo a fazer tudo igual, com esforço mas igual. Faço escolhas por prioridades. E no final do dia, os locais não desapareceram e o mundo continua no mesmo sítio para experimentar. A única coisa que passou foi tempo, foram horas passadas com um novo ser, que me trouxeram nova experiência e mudaram quem eu sou. Se escalar o Kilimanjaro me tornaria numa pessoa diferente? Provavelmente. Mas ser mãe também, e todos os momentos que passo com o meu filho também. A questão é saber viver o que tem que ser vivido no tempo certo. O Kilimanjaro não foge, já o tempo que não passei com o meu filho não se recupera.

quinta-feira, 12 de julho de 2018

Será que ainda lhe pagam?

Isto é o que dá fazer a sopa do bebé com a tv ligada. Então esta senhora Patrícia Pereira é convidada (será que é paga???!!!??) do programa você na tv e vai para lá dizer umas pérolas como - os estilistas inventaram uma nova tendência chamada no season. Pergunto eu - será que os estilistas perceberam que as estações do ano são cada vez mais irregulares (estamos quase a meio de julho e ainda não tivemos verão) e que tinham que se adaptar às alterações climáticas, abrindo o leque de propostas para cada estação? Não senhora! Segundo a Patrícia Pereira são eles que mexem os cordelinhos lá com o São Pedro e resolvem pôr a malta a calçar galochas e a vestir casacos em pleno Julho, porque estão todos com muita falta de inspiração e entediados com as poucas novidades.


Repito - será que ainda lhe pagam para ir para a tv dizer coisas destas? É que se pagam... pela foto já se vê onde investiu o dinheiro...

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Foi o dia

em que literalmente comprovou o óbvio  - nunca ouve nada daquilo que lhe digo. Levou a caixa da sopa do bebé para o almoço, em vez de ter tirado a caixa da comida dele.

É preciso dizer mais alguma coisa?

terça-feira, 10 de julho de 2018

Com uma pequena diferença


Hoje levantei-me mais tarde porque o João me deixou dormir, mais um bocadinho...