sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Um bebé que gosta de férias

Não sei se férias no geral ou em particular no Algarve, mas lá que esteve lindamente isso esteve. Foi em terras algarvias que deu o seu primeiro pontapé na barriga da mãe ás 19 semanas e 6 dias. Foi no pingo doce de Faro que pela primeira vez um estranho me reconheceu como grávida. A verdade é que estando quase a chegar aos 6 meses de gestação, quem não me conhece, também não me identifica como grávida, porque a barriga mal se nota. De resto o descanso fez muito bem à mãe e ao bebé e crescemos os dois. Até já começo a acreditar que vou ter um bebé de tamanho normal em vez de nascer pequenino.


quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Será da gravidez?

Sempre fui uma mulher exuberante, mas com alguns limites. Entretanto os meus olhinhos bateram nestes ténis da nova coração da Zara e o meu coração palpitou... Será só culpa das hormonas? Ou vou ser uma mãe extravagante?



quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Praia da Manta Rota ou...




A barbárie do mês de Agosto. Nada me preparou para a quantidade de seres fantásticos que encontrei nas areias da Manta Rota em Agosto. Eu estava habituada a esta ir a esta praia com os meus pais no final de Setembro e era muito sossegada.
Nos últimos 5 anos temos feito praia em Almancil e ali apanhamos as elites da quinta do lago, praia do ancão, garrão e vale de lobo. Já nos habituamos ao parque de estacionamento de luxo dessas praias, ao café por 1 euro e meio e as carradas de famílias com filhos em escadinha, mais as primas e as tias com as sobrinhas, todas com fatos de banho a condizer, correntes de prata ao pescoço com uma medalha religiosa e outra com a inicial do nome, sendo que todas se chamam, carminhos, rosarinhos teresinhas, marianas ou purezas. É um género que ou se gosta mais ou menos, mas que não chateiam ninguém. São gente pedante mas educada e que não incomoda nenhuma outra família na praia. Eis se não quando, no último fds de férias, Sr Fofinho me diz - eu não conheço a Manta Rota. Tu ias lá tanto com os teus pais que me podias mostrar como aquilo é. Vamos num domingo que se calhar apanhamos menos gente, com a troca da quinzena de férias. 40 km depois chegamos a um reino fantástico. É que eu também não fazia ideia do que é a Manta Rota em Agosto. Foi fácil estacionar pela hora a que chegamos e porque tivemos sorte. Mas quando chegamos à praia, já havia muita gente no areal e de cada vez que voltávamos da água estava mais gente, ao ponto de ter toalhas estendidas a 20 centímetros da minha. Logo eu que detesto gente a invadir o meu espaço! Houve uma altura em que olhei em volta e me senti como um descobridor que chega ao reino do Prestes João e vê tantos seres fantásticos pela primeira vez. A qualquer momento podia surgir dali um ciclope ou um ciápodes. Eram crianças aos ginchos a arrastar boias e barcos por todos os lados.Gente feia, torta, mal feita, com banhas e calos nos sítios mais improváveis, biquínis que faziam saltar carnes por todos os lados e pelos onde não deviam estar. Eram pais que comiam frango assado e limpavam as mãos aos calções, gente que escarrava para a areia, arrotava alto e dava puns. Tudo a 50 metros uns dos outros. Não era uma praia, era um acampamento de selvagens! E é nestas alturas em que eu penso como um novo surto de peste negra fazia falta em certos sítios....

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Quando regressas de férias...


E descobres que as gatas redecoraram a casa!

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Viana Do Castelo

 

 
Viana do Castelo tem mar, tem porto, tem praia e cheiro a maresia.







 

Tem um centro histórico que é um mimo.







Tem o Santuário de Santa Luzia com uma vista fabulosa em um percurso muito engraçado feito em funicular.






 


E tem um dos locais mais espectaculares para cometer o pecado da gula - as bolas de berlim da Confeitaria Natário.



quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Não fosse eu caranguejo

É que não poderia concordar mais!


segunda-feira, 7 de agosto de 2017