sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Sobre a familia "dele"

O que os meus amigos me perguntaram hoje foi - e então como é a familia dele? Mas isto seria pergunta para uma resposta quase óbvia tendo em conta que o conheço há 4 anos e namoramos quase a 1 ano. Sabendo que o meu fofinho tem um excelente carácter e optimos valores é de prever que a familia que o educou e em boa parte é responsavel pelo homem em que se tornou seja igual. Já sabia que ia gostar deles mesmo antes de os conhecer e agora que os conheço só posso acrescentar que não me enganei a esse respeito e que além disso são muito bem dispostos, atenciosos e optimos cozinheiros. Estava mais preocupada com a opinião que iriam ter de mim do que o contrário. Depois houve alguém que me agradou muito na familia dele... a avó. Não é que os restantes membros da familia não sejam simpáticos, que o são muito, mas é que eu sou uma cobiçadora de avós. Tenho uma familia pequena e quando nasci nenhum dos meus avós era vivo, pelo que sempre cobicei aquelas relações ternurentas e especiais que só os avós têm com os netos. E nesse aspecto tenho a dizer que a avó do Fofinho bate aos pontos todas as outras avós que já conheci até hoje. É uma mulher cheia de vivacidade, com uma mentalidade muito aberta para os 81 anos que tem e é daquelas pessoas que nos faz sentir bem e que fazemos parte da familia. Bom, e isto é uma opinião sincera, porque se por algum motivo não gostasse da familia dele nunca o diria, muito menos no blog, seria um assunto do qual não iria falar. Por isso tenho a dizer que só tenho pena em não os ter conhecido mais cedo e que um homem especial só podia ter uma familia fantástica e especial também.

2 comentários:

Palco do tempo disse...

correu bem portanto :)
Bom fim de semana**

Ao Virar da Esquina disse...

Pois foi correu muito bem.
Bfd para ti também.

Beijinhos
Su