sábado, 8 de janeiro de 2011

Definir Alguém


Ontém fui vêr o fime O Turista e gostei bastante. Gostei de uma cena em que ele lhe pede para ela definir o homem por quem está apaixonada e a única palavra que lhe ocorreu foi diferente. Identifiquei-me imediatamente com aquela situação, porque ás vezes quando me perguntavam porque é que eu estava tão apaixonada pelo sapatinho, o que é que ele tinha de tão especial a única palavra que me vinha á cabeça era - diferente. Porque ele era realmente diferente de todos os homens que amei, talvez até tenha sido mesmo o único que amei até hoje. Claro que no filme o turista, ele acaba por se revelar esse homem por quem ela está apaixonada, vai salva-la e dá a sua vida por ela se for preciso. Era um homem diferente. Mas isto só acontece nos filmes. Na vida real uma das lições que "uma mulher de trinta" deve saber de côr e salteado é que temos nós que nos salvar a nós próprias. Não vale a pena esperar por esse alguém de amor puro, honestidade, e que pensa que é impossivel viver uma vida sem nós, porque por muito "diferente" que ele seja, esse alguém nunca vai chegar a vir.

4 comentários:

capcréus disse...

Gostaste do filme? Dissera-me que não era nada de especial.

Ao Virar da Esquina disse...

Gostei. Até te pudia dizer que é um filme que agrada mais ao publico feminino, mas a verdade é que a sala estava cheia e bem dividida entre publico masculino e feminino. Comprei os bilhetes 2h antes e já só tivemos lugar na 2º fila. Resumindo, são dois bons actores (na minha opinião) e não é um filme previsivel, penso que independentemente do género esses são os melhores filmes.

Su

Pinkk Candy disse...

olá!
quero muito ver, pois adoro os dois actores.

xoxo

:)

Ao Virar da Esquina disse...

Olá Pinkk Candy!

Fazes bem em ir vêr, pois além dos dois bons actores o pano de fundo é Veneza, que é uma das minhas cidades preferidas. Quem conhece fica cheio de saudades, quem ainda não conhece, ganha uma vontade irresistivel de lá ir...
Bom filme!

Su