segunda-feira, 10 de junho de 2013

Passeio do mês de Maio - Convento dos Capuchos

Temos nova rubrica neste blog - O passeio do mês! Começo pela muita aguardada e desejada visita ao Convento dos Capuchos em Sintra.
 
 
Uma das vantagens de ter folgas durante a semana é poder ir já ali a Sintra ver qualquer um dos monumentos que ainda não vimos, mas que por vezes evitamos só de pensar em estacionar aos fds e no monte de turistas que vamos encontrar.
 
 
E a modesta e original entrada deste Convento estava a nossa espera e de apenas mais dois turistas brasileiros que por ali andavam ao mesmo tempo que nós.

 
Esta já é a minha figura tipica em qualquer passeio - Susana com guia ou mapa na mão.
Então o Convento de Santa Cruz da Serra, também conhecido como Convento dos Capuchos ou da Cortiça, foi edificado em 1560. É notável pela extrema pobreza da sua construção, materealiza o ideal de fraternidade dos frades franciscanos que a habitaram.

 
Perguntas dificeis perante uma latrina - Então quando estava cheia de dejectos como é que retiravam? O que é que faziam? Pois não sei... se alguém souber e quiser informar como se removia essa sujidade, sinta-se á vontade em usar a caixa de comentários.

 
O interior das celas nos dormitórios é minusculo, mesmo claustrofóbico. Talvez por ser uma ordem com votos de pobreza, talvez por serem inteligentes e perceberem que quanto mais pequena fosse a cela mais aquecida estaria, inclusive forraram todo o espaço com a cortiça dos sobreiros existentes na cerca, por forma a isolar o interior do frio da Serra de Sintra.

 
Na Ermida do Senhor no Horto.

 
Esta é uma daquelas fotos postal que tenho mesmo que colocar aqui, para incentivar a minha cara metade a participar em concursos de fotografia. Está a desperdiçar a formação dele e o talento. Eu cá votava nesta foto :-)

 
Achei curioso, não haver informação mais detalhada sobre este altar que se encontra logo na entrada do Convento, antes da Porta da Morte que simbolizava o desprendimento do mundo material aquando da entrada naquele lugar. No guia explicam que o Convento de Santa Cruz da Serra foi mandado contruir por D. Alvaro de Castro em 1560, fazendo cumprir uma promessa do seu pai a D. João III. O que não explicam e me parece pertinente logo num primeiro olhar é porque é que o altar oferecido por ele está repleto de cacos de baixelas de várias cores. Segundo uma explicação que me deram no Jardim do Paço Real de Caxias e do Palácio dos Marqueses de Pombal, seria costume da época partir as baixelas que tinham sido usadas num jantar dado em honra do rei e expor os seus pequenos cacos.


 
E aqui fica a despedida, para mostrar que ao contrario daquilo que a minha amiga C dizia sobre o Convento dos Capuchos, ele não é nada assustador. É mesmo um espaço a visitar sem medos!