sábado, 2 de junho de 2018

Escolher a creche para um filho

O João vai entrar para a creche em Setembro, porque não tenho capacidade financeira para o puder manter em casa comigo mais tempo. Vai melhor que a maioria dos bebés que entra com 5 ou 6 meses para um berçário. Estiquei e aguentei o máximo que consegui e vai ficar comigo até aos 9 meses. Muito por vontade e esforço pessoal, porque para o pai era indiferente que ficasse em casa até essa idade. A creche já foi escolhida, depois de visitarmos todas as creches da nossa freguesia e de o ter inscrito numa das 2 ipss que o concelho tem e não ter tido vaga. Provavelmente na outra ipss teria, mas não gosto das instalações nem das condições por isso não considerei. Assim o João vai para um colégio privado, que tem desde o berçário até ao 4º ano. É seguramente o mais caro da nossa freguesia e um dos mais caros do concelho de Almada. E o preço importa? Não se pudermos pagar obviamente. Então qual foi o critério? Além daquilo que está à vista, com instalações adequadas, espaçosas, construidas de raiz, comum grande espaço exterior para poderem brincar à vontade, foi o único sitio que não me pareceu um simples depósito de bebés. Onde não se agenda apenas uma visita, mas uma entrevista com a directora e se conhece o staff. Onde há um pediatra que faz uma avaliação ao bebé antes de ingressar no colégio e que está presente todas as semanas. Onde há um método pedagógico, onde se ensina de acordo com a metodologia da escola moderna. Há um plano curricular anual apresentado aos pais. A mesma educadora é quem acompanha o João em todos os anos, desde o berçário à entrada na escolaridade obrigatória. Felizmente nós conseguimos pagar um colégio assim para o João, mas não deixo de pensar naqueles pais que querem dar uma maior qualidade de educação aos seus filhos e o retorno que têm é um mapa semanal em que se assinala quantas vezes a criança fez cocó durante o dia e se coloca um smille a indicar se comeu bem ou não. Isto basta para educar uma criança? Claramente não... mas diria que 80% dos espaços que fomos visitar não apresentaram mais que isto.


2 comentários:

Cynthia disse...

Infelizmente, só tens direito àquilo q pagas. Por isso é q, geralmente, esses colégios têm essas condições, porque pagas por elas :/

Susana Correia Dos Santos disse...

E isso mesmo. É tudo uma questão financeira e por isso mesmo é que me parece tão injusto o ensino não ser igual para todos logo desde o berçário