quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Coisas da vida doméstica

Nós mulheres, somos responsáveis por uma série de tarefas que parece que sempre foram nossas e vivemos bem com isso quase todos os dias. Quando estamos cansadas lá vem um lamento, mas o pior é quando não somos valorizadas por fazer algo que tomamos de nossa responsabilidade mesmo não sendo. E a propósito disso, quem faz as compras de supermercado aqui para casa sou eu, sempre fui. Agora que estamos a reformular o método de pagamento das mesmas, porque Sr Fofinho vai deixar de receber o subsídio em cartão de alimentação, surgiram algumas questões com aquilo que se compra e o que se gasta. E eu começo a acusar o desgaste de algumas rotinas e pontos de vista diferentes... pelo que propus que no mês de Dezembro o responsável pelas compras seja ele. Junto o útil ao agradável, já que devo estar com uma bela barriga de final de tempo e poupo-me a não ir ao supermercado. Recordo que a minha mãe teve exactamente a mesma questão com o meu pai e lhe propôs fazer o mesmo que eu. Do que me lembro o orçamento habitual que era gerido pela minha mãe só chegou para 15 dias nas mãos do meu pai. Vamos ver se o mesmo se volta a repetir.
E se as coisas correrem mal, nem preciso pedir chocolates. Já que vamos fazer o teste em Dezembro posso sempre passar a última semana do ano entre chocolates e azevias, já que ele gastou todo o dinheiro disponível em metade do tempo...

2 comentários:

Maria do Mundo disse...

Pode ser que tenhas sorte. Eu penso que se deixasse a gestão do orçamento para o meu marido, não comíamos mais que uma semana. :P

Susana Correia Dos Santos disse...

Ui é mesmo bicudo esse caso. Se bem que eu pense que ele consegue resistir 15 dias, acho que vamos comer hambúrgueres todas as noites...