terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Um dia na Golegã

Não é o destino favorito de muitos fora da época da feira do cavalo, que na realidade transforma completamente aquelas ruas. Embora goste muito de ir à Golegã na altura do São Martinho, este local é sempre encantador em qualquer época do ano, principalmente para quem procura descansar, comer e beber bem a 1.30h de Lisboa.

Aqui fica um bocadinho da nossa Golegã!


O pormenor do ferro e a alusão ao cavalo em todas as ruas.



Igreja de Nossa Sra da Conceição



Estátua em honra a Manuel dos Santos.



Para muitos não é uma referência, mas para mim que sou sobrinha de toureiro diz-me muito.



Encontramos a  obra do artista local Martins Correia, até mesmo no Hotel Lusitano onde ficamos alojados.



E quando se está na Golegã o que mais se encontra a qualquer hora do dia é isto...



Antigo mercado transformado agora num pequeno centro comercial aberto.



E quando se trata de comer e beber bem as ofertas são muitas. Nós jantamos no restaurante do Hotel Lusitano que tem uma cozinha maravilhosa, mas no dia seguinte optamos pelo mais típico e fomos almoçar ao café central da Golegã. Entradas, ice tea e Coca Cola (porque não bebemos bebidas alcólicas ao almoço), bife á central, sobremesa e cafés. As doses eram generosas, a comida de qualidade, o serviço impecavel  e o almoço ficou por menos de 30 euros.É uma boa sugestão.

4 comentários:

Dulce disse...

Só conheço a Golegã da Feira do Cavalo, que é como quem diz, cheia de gente, confusa e pouco propícia a apreciar todos os detalhes da vila. Obrigada pela partilha, dá vontade de lá ir com outra calma e disposição... ;)

Susana Correia Dos Santos disse...

Ainda bem que gostas do meu passeio Dulce. Também eu gosto muito da partilha das tuas viagens!

Anónimo disse...

Hеy theге, Υou have done an excellent job.
Ι will definitelу ԁigg іt and personally suggest to mу fгіends.
I'm sure they will be benefited from this web site.

My weblog - Highly Recommended Reading

Susana Correia Dos Santos disse...

Thank you for the kind words. The Portuguese language is not always easy to understand. I am pleased to know that you're a reader.