domingo, 20 de dezembro de 2015

Comer em Nova Yorque

Um dos motivos pelos quais este não é um blog de viagens, é porque não tenho dinheiro para viajar tanto quanto gostaria. Se as viagens forem poucas, não existe conteúdo suficiente para ser um blog exclusivamente sobre viagens. Mas é um tema que me ocupa algum tempo e sobre o qual faço muita pesquisa. Sei exactamente aquilo que procuro nos blogues de viagens que leio. Procuro e muitas vezes não encontro. Parece que existe um certo pudismo em relação ao dinheiro que se gasta quando se faz uma viagem. Ninguém diz ao certo o preço das coisas e quanto mais profissional é o blog, mais difícil se torna fazer um orçamento. Então vamos lá falar no dinheiro que se gasta para comer em Nova Yorque. Mas vamos falar sobre isso ao modo do virar da esquina, ou seja com números. Comer em Nova Yorque sai caro, muito caro. Dificilmente gastam menos de 200 a 250 dólares numa semana e fazendo escolhas acessíveis.
Então vamos a exemplos:


Nós ficamos num estúdio com cozinha e casa de banho privativa numa guest house, logo podíamos cozinhar havendo necessidade. A verdade é que chegávamos todos os dias tão cansados a casa que só jantamos por lá 2 vezes, mas comida de take away em que só aquecemos o que compramos. De resto tomamos sempre o pequeno almoço em casa. Estas foram as compras de supermercado para 3 dias e ainda falta aqui o garrafão da água, o adoçante, o pão e o fiambre que já estava no frigorífico. Por tudo isso pagamos 26 dólares. Por isso façam uma média de 55 dólares para tomarem o pequeno almoço em casa todos os dias e terem umas bananas ou umas bolachas na mala se vos der fome a meio de dia.



Para um bom português que não passa sem a sua bica diária a melhor opção é o expresso do dunkin donuts que varia entre 1,09 a 1,50 dólares conforme a localização da loja. Quanto mais para o centro da cidade mais caro fica. Num starbuks o mesmo expresso não vos custa menos de 2 dólares.


Existe sempre muita opção de comida de rua. Entre os famosos cachorros, aos falafel e chiken gyros têm muito por onde escolher para almoçar. Um chicken gyro e uma bebida numa roulote de rua saí à volta de 10 dólares.


O dia em que almoçamos melhor e mais barato foi em Chinatown. Eu bebi chá, ele água, pedimos rolos primavera de entrada e cada um o seu prato. O meu eram estes camarões com ervilhas e molho de ovo, vinham acompanhados de arroz branco. Por este almoço pagamos 23 dólares para  dois.


Houve noites em que jantamos no burguer king, outras no macdonald's, pizza num restaurante em litle italy, no aplles bee e duas em casa. De todos eles o mais barato será o macdonald's onde se come por 9 a 10 dólares. Até mesmo estes saquinhos de gomas custam cerca de 3 dólares.
Por isso façam as vossas contas, pensando nos vossos hábitos alimentares e nos pequenos extras como cafés e uma gulodice. Ah e não esquecer que se vos der sede no meio da cidade uma garrafa de água de meio litro, vos custa mais que 1 litro de gasolina...Nós gastamos cerca de 250 dólares por pessoa para todas as refeições, cafés e extras alimentares durante a semana.

2 comentários:

Jessy Silva disse...

Excelente post :))

Susana Correia Dos Santos disse...

Obrigada! Escrevi, aquilo que gostava de ter encontrado, noutros blogs.