terça-feira, 18 de outubro de 2011

Sobre terça feira, sobre esta tarde de terça feira

Foi hoje. Vou começar pela manhã que ao contrário das outras teve direito a um pequeno almoço em casa, porque me levantei 10 minutos mais cedo. Já não conseguia respirar bem deitada e comecei a ficar impaciente, por esse motivo em vez do pequeno almoço de sempre (um iogurte liquido bebido no carro enquanto estou na fila para entrar na ponte), houve café e torradas. Houve vestido acessórios e sapatos de salto alto. Cheguei ao trabalho a horas e trabalhei "como um cão". Quando eu achava que o dia já estava quase a terminar voltei a ter que dar formação e recebi a noticia que vou ter formandos novos todos os dias até ao final da semana. Não é que eu me importe, mas não é esse o meu trabalho... Se querem que seja formadora paguem-me como tal, ou pelo menos as horas em que dou formação a essa tabela! Ainda por cima com uma crise de sinosite ou rinite que já nem sei bem de que é que sofro não é fácil passar a tarde a explicar e exemplificar com a paciência que quem está a aprender merece. Fui á pausa durante a tarde e apanhei um anormal com uma conversa de merd@! Mas é que eu nem falei com ele (já há mt tempo que desisti de dirigir a palavra a espécimes daqueles), ah e que ela é arrogante e altiva e com a mania que é superior. Pois temos pena, mas cá para mim sou só diferente, daquele anormal que diz que não leva a filha a vêr um musical porque no entender dele os bilhetes são mt caros e deve ser um programa feito em familia, logo teria que ir ele e a mulher com a criança. Pois se a minha mãe fosse dessas bem me tinha lixado e nunca tinha posto os pés na ópera! É que o meu pai não gosta de ópera e se entendessem que era um programa de familia, eu aos 5 anos estava em casa a vêr bonecos animados. E eu vou dar-me ao trabalho de explicar a este anormal que o que interessa é cultivar desde cedo o gosto pela arte? Vá a mãe, o pai ou a vizinha!
Lá vim para casa, assim meio stressada e com os azeites, quando encontro o meu amigo R no msn. São raras as vzs que nos encontramos, e foi uma tarde tão boa. Não se falou em dinheiro ou falta dele, não se falou em crise, não li uma única idiotice e assim de repente a tarde mudou, só por falar sobre sonhos e sobre aquilo que gostamos, com alguém de quem gostamos e que também sabe sonhar.
Oh Sr Universo, não podes semear mais uns R's na terra? Estamos mesmo a precisar...

3 comentários:

Sobre o blog... disse...

Hummm... quem será esse anormal ?

ao virar da esquina disse...

È aquele que chega todos os dias meia hora mais cedo e vai dar abracinhos ao colegas que não rosnam (como é o teu e o meu caso) e fingir que somos todos mt felizes e importantes para o bem estar dele. Ring a bell?

Sobre o blog... disse...

Ring all the bells !